terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

OFICINAS II UGRA FEST



Uma das atrações oferecidas no II Ugra Fest que ocorrerá no dia 10 de março são as oficinas.

Quando começamos a pensar na programação do evento há uns bons meses atrás uma das primeiras certezas que tivemos é a de que neste ano também deveríamos oferecer oficinas, que foram sem dúvida, um dos pontos positivos do evento passado.
Na hora de escolhermos as oficinas levamos em conta alguns fatores que julgamos importantes. Os oficineiros tinham que ser pessoas do meio do fanzine, deveriam acrescentar algo em termos de técnica e experiência para os participantes das oficinas e principalmente, deveriam ter o espírito colaborativo e prático que tantos admiramos.

Dois nomes vieram de pronto e de forma unânime: Daniel Melim e Rodrigo Okuyama.

RODRIGO OKUYAMA

O Rodrigo é formado em arquitetura pela USP e atua como ilustrador de livros e fanzines. É editor de alguns dos zines mais incríveis que tenho visto nos últimos anos, como o La Permura e o Estensas Estrias del EstenSiñor.



Seus fanzines são uma feliz combinação de técnicas artesanais como o estêncil, costuras e encadernações manuais e utilização de materiais inusitados (como a capa de Tetrapack). Ultimamente vem fazendo experimentações que aliam dobraduras com narrativas através de desenhos.

Sinceramente não conheço ninguém que tenha pegado um dos zines do Rodrigo nas mãos e tenha conseguido ficado indiferente.



Neste ano, Rodrigo realizará a oficina de customização de fanzines, onde serão apresentadas diferentes técnicas de encadernação e impressão.



DANIEL MELIM

O Daniel Melim é do ABC paulista e é um dos nomes de referência quando falamos sobre arte urbana no Brasil.



Agenciado pela Choque Cultural, seus graffitis utilizam com técnica o estêncil (desenhos feitos através de moldes vazados) e são marcados pelo cunho social e político. Seus trabalhos são encontrados nos mais variados lugares, como em revistas, ruas do subúrbio, fábricas abandonadas, galerias no Brasil e no exterior e já passaram por museus como o MASP e o Afro Brasil. Recentemente fez um painel no centro de São Paulo que é considerado um dos maiores feitos em estêncil do mundo.



Nesta oficina o artista abordará algumas técnicas de estêncil voltadas para o papel, adquiridas na sua experiência na confecção de blackbooks (cadernos utilizados por pixadores) e fanzines (Melim é um dos editores do zine Subsolo – Ruas do ABC).

As oficinas custam apenas R$ 20,00 e tem número limitadíssimo de vagas. Aproveite!

Serviço:
Oficinas II UGRA FEST - DIA 10 DE MARÇO, SÁBADO, ÀS 14h
Casa do Fazer – Rua Humberto I, 201

14h: Oficina de Estêncil com Daniel Melim
Valor da oficina: R$20. Vagas limitadas.

15h30: Oficina de Customização de Fanzines com Rodrigo Okuyama
Valor da oficina: R$20. Vagas limitadas.
Inscrições antecipadas pelo e-mail ugra.press@gmail.com

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

EXPO DETURPAÇÃO !



No próximo sábado abre a exposição Deturpação na loja Hotel em São Paulo.

A expo traz quatro artistas que têm em comum, além do uso da técnica da colagem, a idade e o gosto pela boa música (punk, hardcore e afins): Lucas Cabu, Eduardo Vaz, Kaue Garcia e Rael Brian .

Nesta exposição vão ser apresentadas diferentes técnicas de colagem, que são usadas como parte de um processo do desenho, ou como finalidade. Deturpação no dicionario significa: "não dar o verdadeiro sentido a"; alterar; corromper; desfigurar; estragar. 
Por isso o nome da expo. Destruindo, modificando, transformando, livros, revistas, papéis, em uma nova história, estamos deturpando seu significado inicial, para o fim que convir.

"DETURPAÇÃO" from lucas cabu on Vimeo.



Conversamos com o Cabu que falou um pouco mais da idéia da exposição, do seu trabalho e de seus comparsas:

"É a primeira vez que mostro colagens, é algo novo pra mim, um estudo. Sempre desenho de forma descompromissada e mostro os desenhos em zines ou uso eles em videos. Agora misturei esses desenhos com colagens e acho que curti o resultado.

O Kaue faz colagens há uns 7 anos, e o trabalho dele é especificamente isso. Usa revistas dos anos 60 e 70 e tem referências de arte-xerox, neo-expressionismo e outras manifestações de grupos de vanguarda de anti-arte.

O Rael é mais novo, ele estudou fotografia e pira em retratos, então ele faz uns rostos deformados com tanta camada de papel que as colagens muitas horas lembram pinturas a óleo. O Eduardo é o mais crânio, ele usa a colagem muitas vezes como parte de um processo de desenho. Pra essa exposição ele está montando uma instalação na parede.

O lugar lá é pequeno, despretensioso, é diferente de expor em uma galeria. Em um espaço assim você fica mais tranquilo pra mostrar trabalhos mais experimentais. Se tudo correr bem, essa vai ser a primeira de varias exposições no espaço.

Além da exposição, cada sabado de março vai ter um evento diferente.

Sábado dia 10, vai o Carlinhos (Carlos Dias), silkar adesivos e vai ter a radio Metanol, ao vivo de lá.

Dia 17, vai ter show da banda Deriva e dia 24 vai ter festa de encerramento da exposição. Estamos fechando a banda que vai tocar esse dia ainda
."

No dia da abertura haverá show com a banda Twinpinnes que estará lançando o EP "Beige". Os primeiros 50 que chegarem ganham o disco.



No dia haverá venda de zines, camisetas e gravuras dos artistas.





Serviço:
Exposição Deturpação.
De 03 ao 24 de março na Hotel Tees.
Rua Matias Aires, 78. Consolação.

Abertura dia 03.03 das 16 as 22 hs





domingo, 26 de fevereiro de 2012

II UGRA ZINE FEST



Acontece nos dias 09 e 10 de março o II UGRA ZINE FEST que foi idealizado pela Ugra Press como um projeto de produção, fomentação e pesquisa de cultura radical e alternativa.

Serão dois dias de extensa e rica programação relacionada ao universo dos fanzines, zines e das publicações impressas independentes.

Ao contrário do I UGRA FEST onde o Zinismo compareceu apenas como expectador, neste ano fizemos uma parceria com a UGRA e estamos envolvidos até o tutano com evento, participando ativamente na elaboração da programação e também na confecção do Anuário de Fanzines, Zines e Publicações Alternativas.

A intenção do festival é aliar a confraternização, a prática e a reflexão sobre os fanzines e a programação foi desenhada seguindo estes princípios. Através de exposições, shows, vídeos, debates, oficinas e palestras, a programação do UGRA FEST foi pensada para atingir diferentes e ecléticos tipos de público de um festival como esse, podendo apresentar os zines para aquele que nunca viu um, e ao mesmo tempo proporcionar reflexões ou visões criticas sobre as publicações e o que representa sua produção contemporânea no Brasil e América Latina.

Segue então a programação e cronograma do evento.

DIA 9 DE MARÇO, SEXTA-FEIRA, ÀS 21h
Local: Sattva Bordô – Praça Roosevelt, Nº 82 – Centro – São Paulo / SP
Quanto: R$10

Festa de lançamento do 2º Anuário de Fanzines, Zines e Publicações Alternativas.
Shows com Ajax Free, Noala e Hutt.
Ouça: Ajax Free
Ouça: Noala
Ouça: Hutt

DIA 10 DE MARÇO, SÁBADO, ÀS 14h
Local: Casa do Fazer – Rua Humberto I, 201
Quanto: Colaboração espontânea (colabore com o que puder, se puder). Oficinas: R$20

14h: Oficina de Estêncil com Daniel Melim
Valor da oficina: R$20. Vagas limitadas.
Inscrições antecipadas pelo e-mail ugra.press@gmail.com

15h30: Oficina de Customização de Fanzines com Rodrigo Okuyama
Valor da oficina: R$20. Vagas limitadas.
Inscrições antecipadas pelo e-mail ugra.press@gmail.com

17h: Palestra com Nenê Altro
Gratuito. Vagas limitadas. Retire senha no local 20 minutos antes do início da palestra.

17h: Início da mostra Doc.Zines (consulte programação aqui)
Gratuito. Vagas limitadas.

17h50: Palestra com Law Tissot
Gratuito. Vagas limitadas. Retire senha no local 20 minutos antes do início da palestra.

18h40: Palestra com Marcatti
Gratuito. Vagas limitadas. Retire senha no local 20 minutos antes do início da palestra.

19h30: Debate “Quadrinhos Independentes: Opção ou Condição?”, com Marcatti, Law Tissot e Thiago Spyked. Mediação: Will.
Gratuito e aberto a todos os presentes.

21h: Estréia dos documentários “Fanzineiros do Século Passado – Capítulo 2″, de Márcio Sno, e “Ugra, the Karma”, de Paulo Oliveira.
Gratuito e aberto a todos os presentes.

Durante todo o dia: Exposição de zines, feira de publicações alternativas, comes e bebes.
Gratuito e aberto a todos os presentes.

Ao longo deste dias o ZINISMO trará mais detalhes a respeito de cada uma das atrações da programação.

sábado, 18 de fevereiro de 2012

CINCO CLIPES DO DISCO NOVO DO LEPTOSPIROSE

Aqua Mad Max, o novo disco do Leptospirose, está bombando por aí, nas boas (e poucas) lojas do ramo, nas banquinhas dos shows e também no maravilhoso mundo virtual. Nessa Era de tecnologia fantástica e acessível, fazer um clipe deixou de ser um martírio e passou a ser parte natural do game. A banda existe, a banda lançou o disco (nem que seja para download apenas) e a banda tem seu clipe no Youtube. É o mínimo que se espera, correto?

E quando a banda consegue fazer, num curto espaço de tempo, cinco clipes do mesmo disco? Foi o que fez o Leptos. Ou melhor, dois eles de fato fizeram/arquitetaram, e os demais meio que cairam no colo. Quique Brown, guitarra e voz da banda, confirma: "5 clipes, sendo que só fizemos 2! (risos) Os outros apareceram na minha caixa de e-mails, tipo 'fiz um clipe pra sua banda, ve aí o que você acha e tal' (risos). Muito doido isso, né?"

A tecnologia, de fato, é linda.


Assista os clipes (os dois primeiros são os, digamos, "oficiais"):





leptospirose sanduíche de pimenta from A! on Vimeo.







...

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

O ESTRANGEIRO = OS GÊMEOS + PLASTICIENS VOLANTS



Nesta semana uma foto que foi muito compartilhada no facebook era a de um graffiti da dupla Os gêmeos que foi apagado pela prefeitura em um prédio no centro de São Paulo.
O desenho foi feito em 2009 já com a ciência de que o prédio seria demolido. No local (vale do Anhangabaú) houve um espetáculo nas noites do dia 12 e 13 de novembro chamado “O Estrangeiro”, uma grande festa ao ar livre que envolveu música (shows do Siba e Nação Zumbi) e bonecos gigantes infláveis do grupo francês Plasticiens Volants, que circularam em meio ao público atordoado (içados por atores em balões).

Estive no primeiro dia do evento e posso afirmar que foi um momento inesquecível: nóias, executivos e trabalhadores, gente de distintas idades e classes sociais anularam por alguns instantes suas diferenças, atordoados pelo fantástico (que esquecemos no alienante cotidiano da metrópole) e festejavam.

Todos como crianças, dançavam e acompanhavam os bonecos gigantes que circulavam em meio aos prédios. Celebração no centrão de São Paulo, à noite e em um dia de semana.
Um dos bonecos infláveis era uma reprodução do desenho dos Gêmeos no prédio e na época houve uma conversa que a pintura foi feita neste local justamente para trazer à tona a discussão sobre as relações existentes entre as demolições de antigas e históricas construções e a especulação imobiliária.

Fica algumas reflexões para todos a respeito do que vem acontecendo no Centro de São Paulo e mais especificamente na cracolândia onde ainda há um outro graffiti gigante (do nosso parceiro Daniel Melim).

Meus amigos sabem que a minha memória é péssima, mas levei uma câmera fotográfica na ocasião e compartilho um pouco da minha aventura na data, antes que as fotos se percam em alguma pane eletrônica de meu HD externo ou eu esqueça de tudo.


















Exceto a primeira foto, todas por Flávio Grão e Grá Volcov.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

OFF! LIVE



OFF! Live at the GIlman, Berkeley Ca. April 22nd 2011
Amazing Band..What a Show!!
Shot in HD
Camera-Mike Collins

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

FANZINEIROS DO SÉCULO PASSADO - CAPÍTULO 2

Nosso colega Márcio Sno está correndo para finalizar o segundo capítulo de seu documentário Fanzineiros do Século Passado, que será lançado no UGRA FEST ZINE deste ano, no dia 10 de março.

O tema desse segundo capítulo é O fanzine a serviço do rock, os fanzineiros deste século e os estímulos para a produção impressa.

Abaixo um teaser do documentário, onde muitas de suas dúvidas sobre fanzines poderão ser esclarecidas.

Fanzineiros do Século Passado - Cap. 2 - teaser from Márcio Sno on Vimeo.



Bem, acho que suas dúvidas não foram esclarecidas...
Se você ainda tem dúvidas sobre fanzines e cometeu a heresia de não assistir ao primeiro capítulo do documentário, segue o video abaixo:

Fanzineiros do Século Passado - Capítulo 1 from Márcio Sno on Vimeo.



Em tempo, segue abaixo a programação do UGRA FEST, que tem a participação e apoio do Zinismo, mais detalhes em breve!



PS: definitivamente zine não é avião! hehe

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

CLIPE NOVO DO MARK LANEGAN

O voz de trovão, que tocará novamente no Brasil em Abril, acaba de lançar um clipe novo. Sombrio, sinistro e elegante, o vídeo de "the graveddiger's song" tem direção de Alistair Legrand. A música faz parte do novo álbum do artista, chamado Blues Funeral.

Assista:



...

domingo, 5 de fevereiro de 2012

GARAGEM 20 ANOS


O tradicional programa de rádio/internet Garagem vai completar 20 anos de existência. Comandado pela dupla André Barcinski e Paulo César Martin (vulgo Paulão), o Garagem iniciou suas atividades na Gazeta FM, no começo dos anos 1990. Sempre misturando música de qualidade, informação, opinião, bom humor e o ritual (hoje) clássico de furar/destruir discos ruins, o programa fez história no dial paulistano e também, nos últimos anos, via internet.

Para celebrar os 20 anos, uma edição especial ao vivo, nesta segunda-feira, dia 6 de fevereiro, a partir das 21h pela TV UOL e pela Rádio UOL! A promessa é reunir todos os apresentadores que já passaram pelo programa, todos os escravos (os atuais são Geraldo e Cassolato, esse amigo aqui do Zinismo), convidados especiais e quebrar muitos discos. Fontes dizem que a furadeira vai ter bastante trabalho, e em dois formatos, vinil e CD.

Então fica a dica do Zinismo para que você não perca esse programa histórico!

O link é este: http://tvuol.uol.com.br/aovivo2/ (será aberto momentos antes do início do programa, às 21h). Depois o programa ficará disponível em áudio e vídeo.



Fotos acima: Cassolato e Birner (Cartão Verde/TV Cultura) tendo a honra de destroçar um CD zerado do Fresno.


obs. memórias desse aqui que fez o post: escutei Dinosaur Jr pela primeira vez no Garagem, e então devo essa aos caras. E nunca esqueço do programa no qual tocaram "cavaleiro negro" do Metalmorphose! "Cavaleiro Negro, Cavaleiro do Mal, empunha sua espada, em nome do Metal!"

...